Perspectivas do audiovisual pós-pandemia - Recstory



A pandemia afetou diversos setores desde seu início, em 2020. Muitos hábitos, comportamentos e modelos de trabalho foram mudando ao longo dos meses e estima-se que muitos deles permanecerão no que está sendo chamado de "novo normal".


O mercado audiovisual é um dos setores fortemente afetados. Mas, gradualmente, muitas atividades que envolvem as produções foram sendo retomadas aos poucos e novas tendências foram surgindo durante o processo.


Continue a leitura para saber o que muda e como será o cenário do audiovisual pós-pandemia!

Assim como em muitos segmentos, o audiovisual enfrentou queda na demanda, migração para o home office, alto índice de demissões e cancelamento de projetos em andamento. Em números, esses dados representam:


  • 14% de queda no volume de registro de obras publicitárias;

  • 99% das produtoras sentiram impacto na redução de orçamentos;

  • 56% afirmaram ter tido projetos cancelados;

  • 50% tiveram que reduzir o número de funcionários;

  • 56% não conseguiram repassar os custos do protocolo de prevenção contra a pandemia.


Fonte: Apro e Ancine (2020).


Mas, apesar dos números, o setor audiovisual teve uma rápida reação e isso acarretou em mudanças significativas no mercado de produção de vídeos:


Mudanças no modelo de trabalho


O mercado audiovisual foi mais um segmento que, com a necessidade de manter o distanciamento social, precisou readequar seu modelo de trabalho e implementar o home office em todos os setores da produtora. Algumas, sem previsão de retorno ao modelo híbrido.


Com essa restrição, muitas produções precisaram ser adiadas ou canceladas. Mas, para manter a roda girando muitos negócios precisaram descobrir novas maneiras de produzir seus conteúdos e consequentemente, chegar ao público com eficiência.


A partir desse momento, intensificou-se a busca e a produção de vídeos animados e treinamentos, por exemplo, e pela tendência que veio para ficar: as lives. E embora seja possível avistar o fim da pandemia, esse tipo de produção parece não enfraquecer.


O novo comportamento do consumidor


Os vídeos têm sido cada vez mais procurados pela audiência como forma de entretenimento, informação e de compra. Com essa crescente, estima-se que o investimento em audiovisual deverá aumentar nos próximos meses. E o boom das plataformas de streaming sugere que haverá um crescimento ainda maior no meio digital.


Além disso, a produção audiovisual está abrindo espaço para o conteúdo gerado pelo público. Em grande parte, isso vem acontecendo devido às possibilidades das redes sociais e sua facilidade na distribuição de conteúdos, além de uma inquietação por parte da audiência que não se contenta mais em apenas assistir.


Isso sugere que, mais do que nunca, a experiência do usuário será uma prioridade ainda maior para que se estabeleça uma boa relação da empresa com a sua audiência.


A busca por conteúdos inovadores e criativos


Seja para a realização de live stream e/ou vídeos atrativos, a qualidade e a criatividade serão predominantes e indispensáveis. Novas tecnologias e recursos inovadores surgem a todo momento nas mais diferentes áreas do mercado. E engana-se quem pensa que isso não atingirá o audiovisual em um futuro próximo.


Isso faz com que o cliente também busque essas características e consequentemente, faz com que o mercado audiovisual acompanhe tais mudanças para não ficar desatualizado. Portanto, é igualmente esperado que a inovação contínua dos vídeos ainda seja uma das estratégias mais marcantes.

Diversos segmentos empresariais buscam soluções para produzir e divulgar seus produtos e serviços de uma forma eficaz e com ótimo custo benefício desde a pandemia instaurada no início de 2020.


E a Recstory pode ajudar sua empresa através de animações, vídeos de conteúdo, tutoriais e muitos outros tipos de projetos audiovisuais, incluindo transmissões ao vivo.


Conheça nosso trabalho.

https://www.recstory.com.br/