Registro autoral para vídeos: saiba como esse direito funciona - Recstory



O fácil acesso aos conteúdos disponíveis na internet e a alta probabilidade de viralização tornaram muito suscetíveis à perda de controle do autor sobre o uso de vídeos, como alteração do material para divulgação indevida.


Para evitar situações como essa, existe o registro autoral.


Para entender o que é registro autoral e como ele funciona, no artigo dessa semana iremos abordar o que você precisa saber para garantir a exclusividade de seus conteúdos audiovisuais. Continue a leitura!

O que é registro autoral?


O registro autoral defende que todo autor tem direitos sobre a criação e o uso de sua obra. E de acordo com o artigo 5º da Constituição Federal, esse direito é de exclusividade do autor.


Significa dizer, que sempre que uma obra é realizada - seja música, livro, vídeo etc. - o autor tem direito de registrá-la a fim de que a autoria seja reconhecida e seus direitos protegidos contra terceiros.


É o caso do conhecido “todos os direitos reservados”, do copyright. Este, impede que a redistribuição, utilização e modificação da obra original sejam realizados sem o consentimento do autor.


Por que ele é importante?


Como vimos, o registro autoral defende a proteção ao autor que dedicou àquela obra o seu tempo, conhecimento e dinheiro. Tornando assim, a utilização do material possível apenas mediante autorização.


O ato torna-se necessário, pois traz segurança quanto aos devidos direitos de criação e evita que a obra intelectual seja distribuída de maneira modificada a fim de passar uma imagem desfigurada da mensagem.


Quais obras estão sujeitas ao registro autoral?


A Lei nº 9.610 (Lei dos Direitos Autorais), em vigor desde 1998, garante a conservação dos direitos autorais das seguintes obras:


  • audiovisuais, sonorizadas ou não, inclusive as cinematográficas — filmes, videoclipes e conteúdos voltados para publicidade;

  • conferências, alocuções, sermões e outras obras da mesma natureza;

  • textos de obras científicas, literárias ou artísticas;

  • composições musicais, tenham ou não letra;

  • ilustrações, cartas geográficas e outras obras da mesma natureza;

  • fotográficas;

  • desenho, pintura, gravura, escultura, litografia e arte cinética;

  • obras dramáticas e musicais;

  • programas de computador;

  • design de produtos;

  • roteiros (inclusive para publicidade);

  • personagens (propagandas, filmes, desenhos etc);

  • livros (incluindo o conteúdo e a arte gráfica da capa);

  • logotipos e suas variações (não substitui o registro de marca).

Entre outras obras de cunho intelectual.


Como registrar autoria de seus vídeos?


O registro é realizado através do Escritório de Direitos Autorais, setor da Biblioteca Nacional, órgão responsável pela preservação e registros de obras intelectuais.


Todo o processo pode ser realizado via SEDEX ou presencialmente em um dos postos regionais do Escritório de Direitos Autorais.

Hoje em dia, com a internet, o registro autoral se faz extremamente importante para empresas que trabalham com criação e divulgação de conteúdo.


A lei garante todos os direitos de criação sobre seus anúncios publicitários e demais conteúdos em vídeo.


Precisando produzir o vídeo da sua empresa, a Recstory dispõe de uma vasta opção de produções audiovisuais, atendendo o mercado empresarial e publicitário em Novo Hamburgo/RS e Vale do Sinos. Conheça nosso trabalho. https://www.recstory.com.br

5 visualizações0 comentário