Webcast: o que é e quando utilizá-lo para engajar seu público - Recstory



Os conteúdos audiovisuais estão cada vez mais presentes em diversos momentos da vida das pessoas - estudos, lazer e trabalho. Conteúdos diversos podem ser consumidos através de vídeos ou adaptados para serem relevantes ao público.


Entre os conteúdos informativos e de entretenimento está o webcast. A alternativa rompe barreiras físicas e geográficas na hora de transmitir mensagens. Existem várias aplicações para o webcast: transmissão de eventos, palestras, reuniões internas, webinars, dentre outras.


No artigo dessa semana, saiba o que é webcast e quando utilizá-lo para engajar seu público.

Webcast ou podcast?


É muito comum que se confunda os termos webcast e podcast pela similaridade dos nomes.

A principal diferença entre eles consiste no fato de que o webcast - ou videocast, como também é conhecido - utiliza recursos de imagem, áudio e até animação; enquanto o podcast é um conteúdo apenas de áudio.

Com transmissão ao vivo ou arquivo gravado, o webcast pode ser visto através de streaming. Isso significa que o conteúdo pode chegar a um número muito maior de pessoas, o que colabora no engajamento.


As principais vantagens do webcast


Trazer debates para o mundo digital através de vídeos é uma solução extremamente eficiente. Além disso, arquivos neste formato geram mais interações, compartilhamentos, e, em específico, se tratando no webcast, ainda permite que o usuário acesse o conteúdo gravado caso não consiga assistir ao vivo.

Confira outras vantagens do webcast:

  • Pode ser acessado de qualquer lugar e dispositivo;

  • Após a transmissão, a gravação pode ser disponibilizada ao público;

  • Não necessita de grandes investimentos, pois não demanda de uma grande estrutura;

  • Alcança mais pessoas.


Quando utilizar webcast no âmbito empresarial


Analisando as vantagens do webcast e como ele pode contribuir na estratégia de uma empresa, você pode estar curioso para saber como e quando aproveitar esse recurso da melhor forma possível.


  • Palestras;

  • Eventos em geral;

  • Videoaulas;

  • Comunicação interna;

  • Temas do segmento da empresa;

  • Webinars.


Fato é, que o webcast permite uma interação significativamente maior do que o podcast. Isso porque pode haver interação ao vivo, o que não acontece com o podcast.

Entender as preferências do seu público pode ajudar a mapear qual é a melhor estratégia para seu negócio, e quando aplicá-la.


A produtora de vídeo Recstory, de Novo Hamburgo/RS, produz vídeos para auxiliar no crescimento e notoriedade da sua empresa, além entregar um diferencial de comunicação com demandas desde a produção de vídeo, filmagens com drone e demais soluções audiovisuais.


Veja nosso portfólio.

https://www.recstory.com.br

3 visualizações1 comentário