O que esperar dos vídeos curtos em 2022? - Recstory



Uma pesquisa da Cloudflare (dezembro, 2021) identificou a popularidade das redes sociais que utilizam os vídeos curtos no último ano. O TikTok, por exemplo, reconheceu o sucesso que vinha fazendo entre os usuários e aprimorou sua versão Business.


Ao mesmo tempo, o Instagram permanece se estruturando e aprimorando o recurso dos Reels, enquanto o Google lançou o YouTube Shorts. Mas com toda a popularização dos vídeos curtos, o que pode-se esperar da estratégia em 2022?


É sobre isso que falaremos no artigo dessa semana. Continue e leitura!

 

A alta procura dos usuários pelos conteúdos de rápido consumo, como é o caso dos vídeos curtos, fez com que as empresas identificassem a necessidade de colocar novas ferramentas no mercado. E a partir disso, vimos o surgimento do Kwai, TikTok, Reels e Shorts.


A estratégia que surgiu e cresceu entre 2020 e 2021, deverá se popularizar ainda mais nesse ano. A aposta é que as plataformas entreguem conteúdos que vão além do entretenimento e diversão. O Kwai, por exemplo, mapeou 8 tendências de vídeos curtos para 2022.


1 - Live stream e live commerce

O Kwai foi a primeira rede social a estrear o live commerce no Brasil, e identificou as transmissões ao vivo como tendência nas ferramentas de vídeos curtos, seja para divulgação ou vendas, que podem ser efetuadas sem sair da live.


2 - Storytelling

A plataforma reconhece e pretende evidenciar a criação de conteúdos que contem uma história e sejam capazes de criar relação entre marca e cliente. Esse tipo de vídeo potencializa o engajamento da audiência.


3 - Personalidade da marca

Você já deve ter visto a famosa Lu, avatar do Magazine Luiza, certo? A personagem foi uma alternativa da marca de se aproximar com o público. E é exatamente isso que o Kwai está apostando nesse ano: a humanização das marcas por meio de seus personagens.


4 - SEO para vídeos

Mais do que produzir e divulgar, é importante posicionar bem os seus vídeos para que a audiência os encontre. A plataforma alerta que o investimento em recursos de SEO é capaz de trazer mais visibilidade e desempenho dos vídeos.


5 - Envolvimento da comunidade

Envolver as pessoas em conteúdos colaborativos é uma maneira de atrair e engajar a audiência. Tais vídeos podem envolver desafios, tendências ou hashtags do momento. Além de criar proximidade com o público, pode impulsionar e aproximar os clientes ao perfil.


6 - Conteúdos em tempo real

Os conteúdos transmitidos em tempo real vêm se tornando muito valorizados em um ambiente digital com tantos conteúdos sendo entregues. Por acontecerem ao vivo e estarem disponíveis por tempo limitado, geram sentimentos de exclusividade e urgência.


7 - Slow content

Outra tendência que deve estar em alta é a priorização da qualidade nas criações. Ao invés de uma quantidade grande de postagens, a ideia é que exista uma preocupação maior com o planejamento e a produção dos conteúdos.


8 - Produção de conteúdo com trilhas e efeitos

Todos os efeitos sonoros e das imagens também estão crescendo entre os vídeos curtos, de até 1 minuto. Segundo o Kwai, a tendência é que a exploração de recursos visuais cresça nessas plataformas em 2022.

 

Os vídeos curtos são uma forte tendência de conteúdo em 2022. E para o seu negócio não ficar atrás, é fundamental estar atento nas novidades e ao que a audiência está consumindo na internet.


E para entregar conteúdos bons e relevantes, a Recstory dispõe de uma vasta opção de produções audiovisuais, atendendo o mercado publicitário e corporativo em toda a grande Porto Alegre/RS, São Paulo e todo o Brasil, com profissionais experientes, produzindo conteúdos criativos e de qualidade para que o seu negócio tenha resultados excelentes.


Conheça nosso trabalho.

https://www.recstory.com.br

16 visualizações0 comentário